6. Escolhas: não decidir é decidir

Em se tratando de Conflitos, muitas vezes precisamos tomar decisões, fazer escolhas que estejam alinhadas com os nossos valores. Caso contrário, estaremos nos aviltando.

Quase sempre ficamos presos a situações desagradáveis esperando que alguém faça algo, que alguém nos salve de ter que decidir. Ficamos passivamente sofrendo.

É desconfortável quando sabemos que nada se modificará a menos que nós façamos algo. E esse algo pode desagradar a muitos, pode criar dilemas, levar a perdas. Mas também ganhos.

Precisamos pensar que ao desagradar alguém podemos agradar a nós mesmos.

Existem pessoas que adotam um comportamento passivo-agressivo. Parecem concordar com o que está ocorrendo, mas em outros ambientes ficam estimulando a discórdia. Essa atitude tem o objetivo de fazer pressão para que alguém faça alguma coisa. Dessa forma essa pessoa fica preservada da decisão e é salva por um terceiro.

Quem não toma decisões talvez acabe precisando tomar remédios.

6. Escolhas: não decidir é decidir

Em se tratando de Conflitos, muitas vezes precisamos tomar decisões, fazer escolhas que estejam alinhadas com os nossos valores. Caso contrário, estaremos nos aviltando.

Quase sempre ficamos presos a situações desagradáveis esperando que alguém faça algo, que alguém nos salve de ter que decidir. Ficamos passivamente sofrendo.

É desconfortável quando sabemos que nada se modificará a menos que nós façamos algo. E esse algo pode desagradar a muitos, pode criar dilemas, levar a perdas. Mas também ganhos.

Precisamos pensar que ao desagradar alguém podemos agradar a nós mesmos.

Existem pessoas que adotam um comportamento passivo-agressivo. Parecem concordar com o que está ocorrendo, mas em outros ambientes ficam estimulando a discórdia. Essa atitude tem o objetivo de fazer pressão para que alguém faça alguma coisa. Dessa forma essa pessoa fica preservada da decisão e é salva por um terceiro.

Quem não toma decisões talvez acabe precisando tomar remédios.

No livro Convide seu inimigo para um café, Jo Pavezi te convida a pensar sobre os conflitos relacionais e buscar formas de desapegar de ideias e conceitos que levam a eles.

Está vivendo um conflito relacional com sua equipe, ou em sua vida pessoal, e quer um caminho para refletir sobre ele? Escolha um card e encontre uma dica que pode te ajudar.

Conheça mais sobre o trabalho de Jo Pavezi em entrevistas, vídeos e relatos de suas vivências pelo Brasil e pelo mundo ajudando as pessoas a enfrentarem seus conflitos

No livro Convide seu inimigo para um café, Jo Pavezi te convida a pensar sobre os conflitos relacionais e buscar formas de desapegar de ideias e conceitos que levam a eles.

Está vivendo um conflito relacional com sua equipe, ou em sua vida pessoal, e quer um caminho para refletir sobre ele? Escolha um card e encontre uma dica que pode te ajudar.

Conheça mais sobre o trabalho de Jo Pavezi em entrevistas, vídeos e relatos de suas vivências pelo Brasil e pelo mundo ajudando as pessoas a enfrentarem seus conflitos

No livro Convide seu inimigo para um café, Jo Pavezi te convida a pensar sobre os conflitos relacionais e buscar formas de desapegar de ideias e conceitos que levam a eles.

Está vivendo um conflito relacional com sua equipe, ou em sua vida pessoal, e quer um caminho para refletir sobre ele? Escolha um card e encontre uma dica que pode te ajudar.

Conheça mais sobre o trabalho de Jo Pavezi em entrevistas, vídeos e relatos de suas vivências pelo Brasil e pelo mundo ajudando as pessoas a enfrentarem seus conflitos